• Advertise

NOTÍCIAS - 10/10/2014

 

CRECI terá delegacias no interior e Departamento de Licitação

 

O Conselho Regional dos Corretores da 14ª Região (CRECI/MS) passará por ampliação em sua estrutura e quadro de funcionários. “O número de novos profissionais vem crescendo de 15% a 20% ao ano e precisamos garantir atendimento compatível ao tamanho da nossa categoria”, explica o presidente da entidade, Delso José de Souza.

Deste modo, a Diretoria aprovou a instalação de delegacias nos municípios de Dourados e Três Lagoas e será aberto processo seletivo para contratação de funcionários.

Presidente da Associação dos Corretores de Imóveis e Imobiliárias de Três Lagoas, Beto Gusmão afirma que a presença do CRECI no município será fundamental para o combate ao exercício ilegal da profissão. “Muitas vezes o corretor de imóveis fica constrangido de fazer denúncia aos próprios colegas e na delegacia estará falando diretamente ao órgão”.

Conselheiro efetivo do CRECI/MS e delegado regional em Dourados, Luiz Fernandes Bogaz,explica que uma delegacia no segundo maior município do Estado deve potencializar os resultados da fiscalização. “Fica a 200 quilômetros da sede, na Capital e poderá atender todo o Conesul. Além disso, o CRECI poderá entender melhor a dinâmica do nosso mercado e identificar os problemas. Hoje, sem a delegacia, fica um vácuo entre a denúncia e a fiscalização”.

Também será ampliado o quadro de colaboradores na sede do CRECI, em Campo Grande e a entidade passará a contar com um Departamento de Licitação.

A assessora jurídica da entidade, Muriel Moreira, explica que o setor será criado com o objetivo de realizar os procedimentos pertinentes ao processo de licitação, sendo que seu funcionamento consiste em centralizar todas as compras e prestações de serviços, ou seja, todas as necessidades do Conselho devem passar por este setor.

“O trabalho do departamento inicia com a solicitação de determinado setor, posteriormente realiza-se a cotação de preços e análise quanto à necessidade ou não de licitação ou processo de dispensa (em razão do valor). Além disso, se faz necessário o planejamento das compras e a gestão dos contratos. Todo este processo colabora para que a Autarquia adquira produtos e serviços com menor preço, garantindo a qualidade e principalmente visando ao interesse público (credenciados)”.

VOLTAR